23/9/18
 
 
Efacec consolida resultados positivos e chega aos 500 milhões de euros em encomendas

Efacec consolida resultados positivos e chega aos 500 milhões de euros em encomendas

Bruno Gonçalves Jornal i 17/05/2018 11:24

Empresa manteve caminho iniciado em 2015

A Efacec Power Solutions (EPS) consolidou, em 2017, os resultados positivos obtidos no ano anterior e que marcaram o regresso aos lucros pela primeira vez desde 2012. No ano passado o grupo registou um EBITDA de gestão de 35,9 milhões de euros, mais um milhão do que em 2016. As encomendas atingiram os 496,7 milhões de euros, mais 22% do que no ano anterior e as receitas ficaram em linha com o ano anterior, totalizando 431,7 milhões de euros.

Os 35,9 milhões de euros do EBITDA de gestão, utilizado para aferir a performance do grupo e de cada uma das unidades de negócio, representaram uma margem de EBITDA de 8,3% das receitas, contra 8,1% do ano anterior. O maior contributo para este crescimento foi dado pelas Unidades de Aparelhagem de Média Tensão, Automação, Energia e Transportes. O resultado líquido consolidado aumentou 75%, tendo passado de 4,3 para 7,5 milhões de euros.

O mercado internacional continua a ter uma importância crescente no negócio, tendo representado, em 2017, 78% das receitas e 80,3% das encomendas. Mercados estratégicos como a América do Norte, a Europa do Norte, a França, o Magrebe e o Médio Oriente reforçaram a sua importância no portefólio do grupo. Nos mercados mais tradicionais, como Portugal, Angola, Reino Unido e Leste da Europa, registaram-se ligeiras quebras.

Em 2017, entrou em atividade uma nova fábrica de mobilidade elétrica localizada na Maia, que permitirá aumentar a capacidade anual de produção para 3800 carregadores rápidos, com possibilidades de expansão até 9000 unidades, e criar mais 340 postos de trabalho até 2025. É desta fábrica que sairão os carregadores ultrarrápidos para veículos elétricos do projeto Electrify America, nos EUA.  A Efacec foi selecionada para integrar o grupo restrito de fornecedores deste projeto e que serão responsáveis pela entrega de um volume superior a 2000 equipamentos a instalar em 484 localizações em território norte-americano. Na primeira fase do projeto, a empresa portuguesa é responsável pela entrega de 300 estações de carregamento.

Entre os projetos mais emblemáticos desenvolvidos em 2017 contam-se a construção do Metro Ligeiro de Odense, na Dinamarca (que envolve 14 quilómetros de linha, 26 estações, 14 veículos e um centro de comando) e de um parque fotovoltaico na Costa do Marfim e a construção e ampliação de 25 subestações na Tunísia. 

Mário Leite da Silva, presidente do Conselho de Administração da EPS, considera que estes resultados indicam que “o ano de 2017 confirmou a competitividade e sustentabilidade da Efacec, após o regresso aos resultados positivos em 2016, credibilizando a promessa da nossa marca: “empowering the future”.

Para o CEO da EPS, Ângelo Ramalho, “ao longo de 2017, a Efacec confirmou o seu posicionamento, não apenas de empresa virada para o futuro, mas como player ativo na construção desse futuro, acentuando o compromisso com o investimento em inovação de base portuguesa”.

Compromisso com a inovação, as pessoas e a comunidade

Em 2017, a Efacec participou em oito novos projetos de inovação, quer nacionais, quer europeus, e lançou 20 novos produtos e serviços. O investimento em Investigação & Desenvolvimento cresceu 40% em relação a 2016.

O ano de 2017 foi ainda um ano de transformações na gestão das Pessoas na Efacec. No contexto do plano de transformação de Recursos Humanos foi desenvolvido o “Mais Pessoas”, o programa de gestão estratégica de capital humano, que visa promover maior atração, desenvolvimento e retenção dos colaboradores através de quatro vertentes essenciais: desempenho, formação, carreira e reconhecimento.

Durante o ano de 2017, a Efacec Academy, entidade formadora certificada, proporcionou 43.716 horas de formação, num acréscimo de 90% face ao ano de 2016, envolvendo 1.902 colaboradores. Em linha com o Plano Estratégico da Efacec, foi dada prioridade à formação em Qualidade, Ambiente e Segurança, formação técnica e em novas tecnologias e formação em Gestão e Finanças.

No ano passado foram lançadas mais de 15 iniciativas potenciadoras de talento e dadas mais de 75% de horas de formação aos colaboradores. Foram criados os Agentes 2020, grupo de colaboradores Efacec, escolhidos pelos seus pares, distribuídos por 5 mercados internacionais, para identificar oportunidades de melhoria interna. Foram identificados seis projetos de melhoria contínua para toda a organização, a implementar em 2018.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×