14/11/18
 
 
Portugal falha inauguração de embaixada em Jerusalém
Santos Silva foi contra a decisão de Trump

Portugal falha inauguração de embaixada em Jerusalém

Santos Silva foi contra a decisão de Trump D.R: Jornal i 13/05/2018 19:31

Ministério dos Negócios Estrangeiros não terá representante português na abertura da nova embaixada dos EUA em Israel. Ministro Santos Silva opôs-se à decisão de Trump de transferir a representação diplomática de Telavive para Jerusalém

Portugal não vai ter qualquer representante diplomático na cerimónia de inaguração da nova embaixada dos EUA em Israel, transferida de Telvavive para Jerusalém. O Ministério dos Negócios Estrangeiros confirmou a ausência à Lusa, na tarde desta domingo. 

Além de Portugal, também a Espanha, o Reino Unido, a França e a Itália não marcarão presença na cerimónia organizada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita. O evento deverá contar com cerca de um milhar de pessoas. Foram convidados 86 embaixadores e encarregados de negócios, mas só 40 aceitaram o convite - sendo que boa parte dos países europeus recusa estar presente por discordar da mudança da embaixada americana. 

O presidente do EUA, Donald Trump, anunciou a transferência de Telavive para Jerusalém em dezembro último, quando reconheceu a cidade como a capital de Israel - uma decisão nada consensual junto da comunidade internacional. 

Na altura, o ministro português dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, opôs-se à decisão da administração norte-americana, defendendo que a solução para o conflito entre Israel e a Palestina passa pela "coexistência". 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×