15/11/18
 
 
Segundo dia da greve dos médicos com quase 95% de adesão

Segundo dia da greve dos médicos com quase 95% de adesão

Mafalda Gomes Jornal i 09/05/2018 16:45

Primeiro dia teve adesão de cerca de 85% a 95%

Hoje é o segundo dia da greve dos médicos e já conta com praticamente 95% de adesão, uma adesão superior ao primeiro dia, que registou cerca de 85% a 95%, de acordo com os sindicatos responsáveis pela greve.

Segundo o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Roque da Cunha, neste segundo dia de greve "mantém-se uma expressiva participação dos médicos", que supera a do primeiro dia.

"A participação dos médicos dos blocos operatórios na greve está hoje muito próxima dos 95%. Os blocos centrais de Leiria e do Algarve, por exemplo, estão todos encerrados e no Hospital S. João apenas um dos blocos está a funcionar", informou à Lusa o scretário-geral.

De acordo com o mesmo responsável, nas consultas externas dos hospitais a adesão à greve está "entre os 72% e os 75%", enquanto nos centros de saúde os números "rondam os 80%".

Já na zona centro do país, o Hospital Garcia de Orta, em Almada, está em funcionamento apenas um bloco, devido a uma "cirurgia não programada a um doente oncológico".

Roque da Cunha acusa o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, de "ficar contente e tranquilo" com os atuais tempos de espera das consultas e cirurgias.

"A verdade é que o ministro da Saúde não se pode esconder na circunstância de dizer que a greve é legal ou que os médicos têm reivindicações com que ele concorda a 90%. O fundamental seria que se dispusesse a negociar. Nós não nos conformamos e exigimos que passe a haver negociações sérias", afirmou.

Recorde-se que, a greve nacional dos médicos teve início às 01h desta terça-feira e termina às 23h59 de amanhã, quinta-feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×