21/9/20
 
 
A escravatura foi "uma escolha"? Kanye West diz que sim

A escravatura foi "uma escolha"? Kanye West diz que sim

Shutterstock Jornal i 02/05/2018 16:33

Rapper voltou a fazer comentários polémicos durante uma entrevista

O rapper Kanye West tem sido alvo de várias críticas nas últimas horas devido aos comentários que fez durante uma entrevista ao site TMZ – Kanye disse que a escravatura era “uma escolha”.

"Ouvimos dizer que a escravatura durou 400 anos. Quatrocentos anos? Soa a uma escolha", afirmou o rapper. "É como se estivéssemos numa prisão mental. Gosto da palavra prisão porque escravatura relaciona-se diretamente com os negros. Escravatura está para os negros como o Holocausto para os judeus. Prisão é algo que une, negros e brancos", acrescentou.

A polémica estalou rapidamente na Internet e milhares de pessoas, incluindo figuras públicas, criticaram o artista. Mesmo durante a entrevista, que decorreu na terça-feira, o jornalista do TMZ Van Lathan não conseguiu conter a sua indignação: "O que estás a fazer é, na verdade, a ausência de pensamento. Tens direito a tua opinião, de acreditar no que quiseres. Mas existe uma realidade e uma consequência da vida real por trás de tudo o que acabaste de dizer".

"E enquanto estás a fazer música, a ser um artista, a viver a vida que ganhaste por seres um génio, o resto de nós na sociedade temos de lidar com essas ameaças nas nossas vidas. Temos de lidar com a marginalização que veio dos 400 anos de escravidão que disseste, para o nosso povo, foi uma escolha. Francamente, estou desapontado, chocado", acrescentou.

Após a divulgação da entrevista, fontes próximas do rapper disseram ao TMZ que estes comentários serão uma consequência do facto de Kanye West não estar a tomar a medicação que lhe foi prescrita – Kanye admitiu mesmo que andava a evitar os médicos, que querem que tome três comprimidos por dia. Neste momento, o rapper toma apenas “um ou dois” comprimidos por semana.

Kanye West já reagiu à polémica, usando a sua conta no Twitter para explicar o que se passou: “Não podemos ficar mentalmente aprisionados por mais 400 anos. Precisamos de ter um pensamento livre. Até esta minha declaração foi um exemplo de pensamento livre. Foi apenas uma ideia para mostrar o meu ponto de vista. É claro que eu sei que os escravos não foram acorrentados e colocados num barco porque queriam”.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×