19/11/18
 
 
Franchising. Investir num negócio já testado

Franchising. Investir num negócio já testado

Sónia Peres Pinto 30/04/2018 13:25

A crise financeira deu origem a uma nova geração de atividades que exigem investimentos baixos

Está com receio de criar o seu próprio negócio? Apostar numa atividade já testada e com provas de sucesso é uma das mais--valias de investir no franchising. Ou seja, permite a quem tem pouca ou nenhuma experiência empresarial abrir um negócio com menos risco e maior probabilidade de ser bem--sucedido, porque beneficia de estar inserido numa rede de apoio e formação por parte da estrutura do franchisador e da notoriedade de uma marca já existente.

Esta modalidade começa a ganhar algum relevo nos últimos anos com a elevada taxa de desemprego. De acordo com o Instituto de Informação em Franchising (IIF), a modalidade é vista cada vez mais como uma solução de autoemprego pelos portugueses. Para tal tem contribuído o aumento de negócios de baixo investimento, mas também o próprio formato de franquia que, ao assentar em conceitos já testados no mercado, oferece maior segurança a quem quer criar o seu negócio.

Há negócios para todos os gostos e preços. De acordo com o instituto, é possível iniciar uma atividade com valores baixos, sobretudo no setor dos serviços, em que muitas vezes não há a obrigatoriedade de ter um espaço específico para o negócio, podendo funcionar-se a partir de casa ou num espaço de coworking. No entanto, apesar de o investimento inicial ser baixo, é importante que o empresário assegure, pelo menos, mais de 30% do valor inicial para que possa ter algum fundo de maneio. 

De acordo com os dados disponibilizados pelo IIF, para investir na mediação imobiliária necessita de investir até 25 mil euros. Esta atividade surge ao lado do negócio de agências de viagens, lojas de informação, comércio de tinteiros e reciclagem de consumíveis e ginásios, entre muitos outros, que também exigem exatamente o mesmo montante. 

Pode também ter em conta outras atividades. Para investir no Intermarché precisa de aplicar entre 100 mil e 250 mil euros; já para a Parfois (moda e acessórios), precisa de desembolsar entre 50 mil e 100 mil euros. Mas se optar pela restauração, os valores são mais elevados. Tanto o Burguer Ranch como o McDonald’s requerem mais de 250 mil euros de investimento. 

Para quem está a pensar em entrar nesta área, o IIF aconselha o potencial franchisado a analisar em que fase de crescimento se encontra o franchisador e, depois de selecionar a marca, a assinar um pré-contrato antes do definitivo. “Desta forma consegue ter acesso aos manuais operacionais. Contudo, tal implica não divulgar nenhuma das informações a terceiros”, conclui.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×