25/9/18
 
 
Homem confessa ter ateado incêndio florestal por ter bebido uns copos

Homem confessa ter ateado incêndio florestal por ter bebido uns copos

Jornal i 23/04/2018 12:29

O incêndio foi deflagrado a 15 de outubro de 2017, considerado o "pior dia do ano" pela quantidade de incêndios ativos por todo o país

Em tribunal, um homem, de 49 anos, confessou ter ateado um incêndio florestal em Fajões, Oliveira dos Azeméis, a 15 de outubro de 2017, o "pior dia do ano" pelo número de incêndios ativos. Nesse dia, o país registou mais de 500 incêndios florestais espalhados por todo o território nacional. 

"Passou-me alguma coisa pela cabeça. Bebi uns copos a mais e olhe", disse o homem ao coletivo de juízes. Uma decisão que, explicou, apenas o levou a atear um incêndio em toda a sua vida, declaração que contraria o que tinha inicialmente dito à Polícia Judiciária. 

"Ele estava escondido atrás de um pinheiro a olhar para o fogo. Tirou um isqueiro do bolso e agachou-se no mato e eu disse que ia chamar a guarda", descreveu uma testemunha. Um alerta que deu origem a uma reação rápida por parte de populares, que o detiveram até à chegada da GNR ao local. 

O homem é acusado pelo Ministério Público de ter ateado quatro pontos de ignição diferentes, que vieram a consumir mais de 16 hectares de floresta. Um incêndio que não chegou a atingir habitações por os bombeiros terem sido capazes de reagir prontamente. 

O homem aguarda a decisão do tribunal em prisão preventiva. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×