20/11/18
 
 
Metropolitano ambiciona mais ligações

Metropolitano ambiciona mais ligações

22/04/2018 17:37

O presidente do Metropolitano de Lisboa ambiciona fazer a ligação da linha vermelha a Carnide, onde estão as oficinas da empresa, ligando depois no Colégio Militar para ligar à linha azul. Para já em cima da mesa está o projeto da linha circular, através da ligação da estação do Rato ao Cais do Sodré.

De acordo com Vítor Domingues dos Santos, o financiamento ainda está a ser negociado e a previsão é que seja fechado dentro de poucos meses. A expansão da linha vermelha de São Sebastião a Campo de Ourique será o projeto que se segue, mas "tudo depende da existência de fundos".

Em entrevista ao Negócios e Antena 1, o responsável revela que a ligação de Campo de Ourique a Alcântara, projeto que a Câmara de Lisboa gostaria de ver avançar, resultaria num projeto complexo e muito caro devido ao trajeto que será necessário fazer devido ao declive que separa as duas zonas da capital.

Na mesma entrevista, o presidente do metropolitano garante já em julho a quase totalidade do material circulante estará disponível, o que permitirá ao metro funcionar em plena capacidade.

Vítor Domingues dos Santos explica 27 das 111 unidades triplas do metropolitano esperam manutenção, mas que no início do segundo semestre serão apenas 15, pelo que no próximo inverno o metro da capital irá funcionar "como deve ser".

Em 2017 o Metropolitano de Lisboa transportou 160 milhões de passageiros e a expetativa é que este ano o número aumente 4%.
 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×