21/11/18
 
 
Anúncio da Coreia do Norte elogiado

Anúncio da Coreia do Norte elogiado

Magalhães Afonso 21/04/2018 16:39

O presidente dos EUA considera a decisão da Coreia do Norte de suspender os testes nucleares uma “muito boa notícia”. Donald Trump manifestou ainda vontade de se encontrar com o líder norte-coerano, Kim Jong-un.

A Coreia do Norte tinha anunciado sexta-feira a suspensão dos testes nucleares e o lançamento de mísseis de longo alcance e que tem planos para encerrar as suas instalações de testes. A suspensão dos testes tem efeito a partir de hoje (já sábado, 21 de abril),

“A Coreia do Norte aceitou suspender todos os testes nucleares e o encerramento de um importante centro de testes. Esta é uma boa notícia para a Coreia do Norte e para o mundo, um grande progresso. Estamos desejosos de celebrar o nosso encontro", escreveu Donald Trump no Twitter.

O encontro entre Trump e Kim Jong-un deverá acontecer em maio ou junho.

Mais tarde, o presidente norte-americano publicou uma mensagem de Kim Jong-un a referir a suspensão dos testes e a indicar que o centro de testes que vai ser encerrado fica localizado no nordeste do país. 

De acordo com a agência de notícias oficial da norte-coreana, Pyongyang está a mudar o foco da sua política nacional e concentrado em melhorar a sua economia e a decisão foi tomada numa reunião do Comité Central do partido no poder, que acordou discutir "um novo período" de políticas no país.

O anúncio acontece dias antes de o líder norte-coreano Kim Jong-un se encontrar com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in numa localidade fronteiriça para uma rara cimeira entre os dois países que tem por objetivo resolver a disputa nuclear com Pyongyang.

Também a União Europeia elogiou a decisão norte-coreana. "É um passo positivo e muito desejado no caminho que agora deve conduzir à desnuclearização completa, verificável e irreversível do país, em pleno respeito das suas obrigações internacionais", afirmou a representante da diplomacia europeia, Federica Mogherini, num comunicado.

Ainda a Rússia saudou o anúncio e convidou Pyongyang e Washington a trabalharem em conjunto para diminuir a tensão.

“Saudamos a declaração sobre a suspensão dos ensaios nucleares e de mísseis da República Democrática Popular da Coreia", indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

"Consideramos esta decisão como uma etapa importante para um futuro abrandamento das tensões na península coreana", acrescenta, em comunicado.

A Rússia, que tem relações cordiais com a Coreia do Norte, com a qual partilha uma estreita fronteira terrestre, aponta ainda a decisão como uma etapa importante para um futuro abrandamento das tensões na península coreana”.

Moscovo apela ainda aos EUA e à Coreia do Norte para "tomarem medidas recíprocas adequadas ao abrandamento da atividade militar na região" de forma a conseguir "acordos mutuamente aceitáveis" nas próximas cimeiras.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×