23/9/18
 
 
Ricardo Salgado constituído arguido no caso EDP

Ricardo Salgado constituído arguido no caso EDP

Raquel Wise Jornal i 20/04/2018 19:39

Em causa está o alegado favorecimento da EDP nos contratos para venda de eletricidade.

Ricardo Salgado foi esta sexta-feira constituído arguido no caso da EDP. O antigo líder do Banco Espírito Santo é acusado do crime de corrupção, avança o Observador.

Em causa no caso da EDP está o alegado favorecimento da empresa nos contratos para venda de eletricidade.

Segundo o Observador, em causa está a transferência de mais de um milhão de euros por parte da ES Enterprises ( o famoso saco azul do GES) para uma offshore de Manuel Pinho, a Tartaruga Foundation, com sede no Panamá.

O Ministério Público (MP) defende que o objetivo destes pagamentos era “Beneficiar esses grupos empresariais [Banco Espírito Santo/Grupo Espírito Santo] e a EDP (do qual o BES era acionista) durante o tempo em que exerceu tais funções públicas” no Governo de José Sócrates.

De acordo com o mesmo site, enquanto era ministro da Economia, Pinho recebeu um total de 508 mil euros vindos do saco azul do GES. Este montante foi sendo acumulado através de transferências mensais com um valor preciso: 14.963,94 euros. Tais pagamentos ocorreram quando Pinho não tinha qualquer ligação ao Grupo Espírito Santo – Antes de exercer funções no Governo, Manuel Pinho era funcionário deste grupo.

Recorde-se que Manuel Pinho também é arguido neste processo. O ex-ministro é suspeito de ter favorecido a EDP através de um conjunto de decisões em termos de legislação de produção e venda de eletricidade.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×