21/9/18
 
 
António Luís Marinho 20/04/2018
António Luís Marinho

opiniao@newsplex.pt

Justiça – a casa sem segredos

“Não sendo possível fazer-se com o que é justo seja forte, faz-se com que o que é forte seja justo” – Pascal

A exibição das imagens dos interrogatórios de José Sócrates no Departamento Central de Investigação e Ação Penal – DCIAP, por duas televisões, inaugura uma nova fase na justiça portuguesa, a dos reality shows justiceiros.

A partir de agora, os canais de televisão passam a contar com um novo formato, muito atrativo no que respeita a audiências e, o que é muito importante, extremamente barato. Os programadores encontraram, sem dúvida, uma verdadeira mina de ouro.

A fórmula é básica, mas extremamente eficaz.

Nesta primeira série, o cenário é simples e despojado: um gabinete modesto, atafulhado de dossiês e processos amontoados.

Os meios de transmissão são reduzidíssimos: uma câmara fixa, amadora.

Os protagonistas são cidadãos de grande notoriedade, mas não são pagos pela prestação televisiva.

Um sucesso, sem dúvida.

Pois bem. Tendo em conta o potencial televisivo deste novo formato, atrevo-me a fazer algumas propostas para o melhorar e, desde já, reservar o futuro julgamento para um grande show: “Justiça em Direto”.

Para isso será necessário fazer algumas alterações no cenário sala de audiências, no sentido de a adaptar para a transmissão televisiva, torná--la mais atrativa, ao mesmo tempo que os protagonistas, réus, testemunhas, advogados e juízes devem estar convenientemente vestidos e maquilhados. Televisão oblige.

Já que a justiça foi “elevada” ao nível de programa televisivo de entretenimento, há que dar-lhe agora os meios necessários para que ele seja um sucesso e, sobretudo, tenha a qualidade mínima de um show de prime time.

O potencial é enorme. A história é boa e os protagonistas são bons. Há apenas que profissionalizar o produto: melhores cenários e melhores meios de transmissão.

Não se esqueçam que o espetáculo tem de continuar.

 

Jornalista

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×