19/11/18
 
 
Metro do Porto admite encerrar linhas se greve na EMEF continuar

Metro do Porto admite encerrar linhas se greve na EMEF continuar

Jornal i 20/04/2018 11:11

A transportadora vai continuar, nas próximas horas e dias, a atualizar a informação relativa às condições de funcionamento da rede.

A Metro do Porto admite fechar algumas linhas caso a greve dos trabalhadores da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) não for desconvocada.

Segundo fonte oficial da transportadora, citada pela Lusa, “embora não seja parte neste diferendo entre trabalhadores e a sua entidade patronal, a Metro do Porto fará tudo o que estiver ao seu alcance para assegurar a melhor capacidade e qualidade de serviço possíveis”.

A Metro do Porto vai continuar, nas próximas horas e dias, a atualizar a informação relativa às condições de funcionamento da rede.

Na segunda-feira, Paulo Milheiro, do Sindicato Nacional dos Trabalhadores Ferroviários (SNTF) disse à agência Lusa que, por falta de manutenção, “dos 72 veículos existentes [no metro do Porto] estão a andar menos de 40”, sendo que “no final do mês provavelmente não haverá metro”.  

"Os metros vão saindo de linha conforme as avarias e depois chegam às oficinas e não têm ninguém para fazer a manutenção", explicou o dirigente sindical.

Nesse mesmo dia, fonte oficial da Metro do Porto confirmou que a greve na EMEF "tem provocado impacto na operação" da empresa.

De acordo com o site ofinal da Metro do Porto, desde há pelo menos duas semanas as linhas estão “condicionadas”, existindo “redução de frequências e alterações de horários, devido à greve dos trabalhadores da EMEF”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×