19/4/18
 
 
Advogado americano incendeia-se contra o uso de combustíveis fósseis

Advogado americano incendeia-se contra o uso de combustíveis fósseis

Jornal i 16/04/2018 15:36

O advogado de 60 anos enviou um email aos jornais e deixou uma carta onde pedia desculpa "pela confusão"

“O meu nome é David Buckel e acabei de me matar, com fogo, como um suicídio em protesto." Foi assim que o advogado norte-americano se despediu numa nota deixada num carrinho do supermercado perto do local onde foi encontrado morto, este sábado, em Nova Iorque, Estados Unidos.

"A maioria dos humanos no planeta respiram neste momento ar tornado insalubre por combustíveis fósseis e muitos morrem prematuramente como resultado. A minha morte prematura por combustíveis fósseis reflete o que estamos a fazer a nós mesmos”, escreveu o advogado e ativista num email que enviou aos jornais.

Para além das razões que o levaram a terminar com a vida, a carta dizia ainda que esperava que a sua morte fosse "honrada". O advogado pediu ainda "desculpa pela confusão".

David Buckel tinha 60 anos e era conhecido por ter sido advogado de defesa no famoso caso do assassinato do transgénero Brandon Teena, que acabou retratado no filme "Boys Don't Cry". O advogado era ainda diretor do projeto Lambda Legal, uma organização conhecida por lutar pelos direitos LGBT.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×