17/11/18
 
 
Laboratório nega que substância usada para envenenar Skripal tenha sido produzida na Rússia

Laboratório nega que substância usada para envenenar Skripal tenha sido produzida na Rússia

AFP Jornal i 14/04/2018 16:50

Revelação do ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

Sergei Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros russo, revelou que as análises feitas à substância química usada para envenenar o ex-espião Sergei Skripal não foi produzida na Rússia.

O laboratório suíço onde foram feitas as análises terá concluído que a substância “nunca” foi produzida na Rússia. Além disso, a substância em causa já terá sido usada nos EUA, no Reino Unido e em outros países da NATO.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia criticou o Observatório para a Proibição de Armas Químicas, acusando-o de omitir esta informação.

Recorde-se que Sergei Skripal, ex-espião russo a viver no Reino Unido, foi envenenado em Salisbury, estando já a recuperar. O Reino Unido acusou a Rússia, mas o Kremlin nega as acusações.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×