25/9/18
 
 
Inglaterra. Carvalhal e os jogadores como flores (com vídeo)

Inglaterra. Carvalhal e os jogadores como flores (com vídeo)

Bruno Venâncio 12/04/2018 21:04

O treinador do Swansea voltou a recorrer a uma das analogias que têm feito as delícias da imprensa inglesa

Já não há uma conferência de imprensa de Carlos Carvalhal em que o técnico português não faça uma analogia, para gáudio da imprensa britânica. A desta quinta-feira, na antevisão ao encontro de sábado com o Everton, não foi exceção: envolveu Jordan Ayew... e flores.

O internacional ganês soma sete golos desde que Carvalhal assumiu o comando do Swansea. Instado a comentar a subida de rendimento do jogador, que antes tinha marcado apenas por três vezes, Carvalhal respondeu desta forma: "O Jordan tem jogado numa posição onde se sente confortável. Disse-lhe para jogar com liberdade e com a cabeça limpa. Se tratarmos uma flor com a quantidade correta de sol e de água, a flor será linda. Todos as flores podem ser lindas. Porém, demasiado sol ou demasiada água vai matar a flor. É tudo uma questão de encontrar o ambiente ideal. Os jogadores têm de estar confortáveis e sempre com sorrisos. Dessa forma, vão jogar bem."

 

 

Questionado sobre Renato Sanches, que era esperado no clube esta semana - o que não se veio a verificar -, o técnico luso revelou que a condição física do internacional português ainda não é a melhor. "Vou dar a informação que tenho, não vou mentir nem fazer bluff. Ele fez um exame na segunda-feira e o médico, em Munique, disse que era melhor ele ficar mais uma semana, porque ainda não está totalmente recuperado e querem enviá-lo apto a treinar. Vai fazer um novo exame para a semana, segunda ou terça-feira, e se tudo estiver bem, ele volta. Em resumo, depende do exame. Mas está a melhorar. Não está a perder tempo, é apenas precaução", salientou, assumindo ainda contar com o médio esta época.

Em grande, ainda que no Championship, está Rúben Neves. O médio marcou mais um golo de antologia esta semana, no triunfo do Wolves sobre o Derby County (2-0), e Carvalhal assumiu esperar que o ex-jogador do FC Porto vá ser uma figura da Premier League na próxima temporada. "Com o máximo respeito pelo Wolves, é um jogador para a Premier League. Com 17, 18 anos era capitão do FC Porto. Tinha de vir para a Premier League. Mas o Wolves conseguiu um jogador fantástico, um jogador de Primeira. Para mim não é surpresa. Se estivesse no FC Porto, era titular", atirou o técnico.

No fim do referido encontro, de resto, o próprio treinador adversário já se havia mostrado rendido a Rúben Neves. "O segundo golo… por um momento pensei que não tinha mal aplaudir. Foi o melhor que vi nos últimos tempos", referiu Gary Rowett.

Reveja o golo do português aqui:

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×