25/9/18
 
 
Espanha. Militar que denunciou assédio sexual por parte de capitão arrisca prisão

Espanha. Militar que denunciou assédio sexual por parte de capitão arrisca prisão

Shutterstock Jornal i 03/04/2018 15:49

Sansão pode ir até um mês de prisão.

Uma militar espanhola com a patente de cabo fez uma denúncia de assédio sexual por parte de um capitão e agora corre o risco de ser presa, conta o jornal espanhol El País.

A soldado alega que o seu capitão terá insinuado que gostaria de “estar com ela” e terá mesmo colocado a mão na sua cintura. A militar terá rejeitado os avanços e, a partir daí, o capitão começou a assediá-la e a castigá-la por negar os seus avanços.

O capitão nega todas estas acusações e foi mesmo absolvido pelo Supremo Tribunal de Espanha. Ainda assim, dois relatórios consideraram que a mulher dizia a verdades.

O Exército espanhol acusa agora a militar de ter prestado “declarações falsas” e pede uma sansão que pode ir até um mês de prisão. O Exército considera que a militar incorreu numa “grave ofensa disciplinar”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×