22/9/18
 
 
ACNUR espera que Netanyahu "reconsidere" fim do acordo sobre imigrantes

ACNUR espera que Netanyahu "reconsidere" fim do acordo sobre imigrantes

Jornal i 03/04/2018 12:40

O acordo previa a transferência de mais de 16 mil migrantes que residem atualmente em Israel para este países, enquanto Israel concediria o estatuto de residentes temporários a um número similar de imigrantes

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) espera que o governo israelita, liderado por Benjamin Netanyahu, "reconsidere em breve" a anulação de um acordo com o Canadá, Alemanha e Itália sobre migrantes. 

"Continuamos a acreditar na necessidade d eum acordo em que todos ganham, que pode beneficiar Israel, a comunidade internacional e as pessoas que precisam de asilo", disse William Spindler à agência France-Presse e citada pela Lusa. 

O acordo previa a transferência de mais de 16 mil migrantes que residem atualmente em Israel para este países, enquanto Israel concediria o estatuto de residentes temporários a um número similar de imigrantes. Depois de o ter anunciado, o primeiro-ministro israelita decidiu suspendê-lo e, hoje, decidiu anulá-lo. 

O acordo provocou tanto críticas da direita israelita como dos próprios imigrantes que vivem em Telavive. Já a esquerda isrealita elogiou o acordo e, depois da sua suspensão, criticou Netanyahu. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×