21/11/18
 
 
Deco avança com ação judicial contra operadoras de telecomunicações

Deco avança com ação judicial contra operadoras de telecomunicações

DR André Vinagre 15/03/2018 09:31

A associação diz que as operadoras cobraram indevidamente 60 milhões de euros aos clientes.

A Deco anunciou que vai avançar com uma ação judicial contra as operadoras de telecomunicações MEO, NOS e Nowo.

Segundo os dados da associação de defesa dos consumidores, as empresas cobraram indevidamente 60 milhões de euros indevidamente ao aumentarem os preços sem avisar os clientes.

No verão passado, as operadoras aumentaram os preços e a Anacom, regulador das comunicações, considerou que as empresas tinham falhado com os deveres de informação previstos na Lei das Comunicações, obrigando os operadores a reverter os contratos para os valores antigos ou dar a possibilidade ao cliente de rescindir os contratos.

Ainda assim, o regulador não obrigou a que as operadoras em causa devolvessem o dinheiro cobrado até então.

Num comunicado, a Deco quer que os consumidores recebam os valores cobrados em excesso e, para isso, vai interpor judicialmente uma ação: “Intentamos esta ação para garantir que todos os consumidores, lesados com esta situação, sejam compensados".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×