19/6/18
 
 
Greve dos professores com adesão entre 60% e 70% no período desta manhã

Greve dos professores com adesão entre 60% e 70% no período desta manhã

Beatriz Rato Jornal i 13/03/2018 16:01

"Se o Governo não ouviu os professores na negociação vai ouvir na rua", disse o líder da Fenprof, Mário Nogueira

A greve dos professores do ensino básico e secundário teve início esta terça-feira, nos distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém e Madeira.

Arrancou, assim, a greve de quatro dias dos professores que será distribuída por regiões. Na quarta-feira, os professores de Évora, Portalegre, Beja e Faro farão greve. Na quinta-feira é a vez da paralisação dos professores de Coimbra, Viseu, Aveiro, Leiria, Guarda e Castelo Branco. Sexta-feira são os professores da região norte a parar (Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança).

Na manhã desta terça-feira, registou-se uma adesão entre 60% e 70% da greve dos professores, de acordo com dados da Federação Nacional dos Professores (Fenprof). “Esta é uma grande resposta dos professores no primeiro de quatro dias de greve”, disse aos jornalistas o secretário-geral da Fenprof.

“Se o Governo não ouviu os professores na negociação vai ouvir na rua”, acrescentou ainda Mário Nogueira, no primeiro balanço sobre a manhã de greve em Lisboa.

Recorde-se que, na segunda-feira, sindicatos dos professores e Ministério da Educação não conseguiram chegar a acordo, relativamente à contagem do tempo de descongelamento das carreiras.

 

 

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×