19/9/18
 
 
Família do jovem português desaparecido no Báltico faz queixa às Nações Unidos

Família do jovem português desaparecido no Báltico faz queixa às Nações Unidos

Shutterstock Jornal i 09/03/2018 12:39

Diogo Penalva, de 21 anos, estava a fazer Erasmus na Estónia.

A família do estudante português que desapareceu no mar Báltico há quatro meses entregou uma queixa com 41questões sobre o caso às Nações Unidas.

A família do estudante diz que não consegue respostas junto das autoridades finlandesas.

Diogo Penalva, de 21 anos, caiu de cerca de 30 metros após sair de uma discoteca dentro do cruzeiro por volta das 2h da manhã do passado dia 13 de novembro.

O jovem vivia na Estónia e estava a fazer Erasmus na Tallin University of Technology.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×