17/11/18
 
 
Marcelo Rebelo de Sousa satisfeito com alteração à lei do financiamento dos partidos

Marcelo Rebelo de Sousa satisfeito com alteração à lei do financiamento dos partidos

Mafalda Gomes Jornal i 02/03/2018 17:44

“Verifico que, para além de terem feito o que eu tinha pretendido, ainda foram mais longe um bocadinho", referiu.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu esta sexta-feira que as alterações feitas à lei do financiamento dos partidos ultrapassaram o que ele próprio tinha proposto quando vetou o diploma.

“Verifico que, para além de terem feito o que eu tinha pretendido, ainda foram mais longe um bocadinho – como tem acontecido em todos os vetos – porque fizeram um esforço para ir ao encontro de algumas preocupações que eu também tinha”, afirmou o Presidente da República.

Marcelo considerou que “os partidos fizeram um esforço para ir ao encontro daquilo que eram modificações positivas”, mas que essas alterações não são positivas “para o presidente, mas para os portugueses”.

O Chefe de Estado sublinhou ainda ter ficado satisfeito com o facto de “ter existido uma discussão alargada e uma explicação”. “A minha recomendação era muito simples: têm de discutir e explicar aos portugueses aquilo que querem aprovar. Fizeram isso. Até fizeram mais do que eu tinha proposto”, afirmou.

O facto de ter existido uma análise mais profunda do tem também foi do agrado do Presidente que afirmou sentir-se “muito feliz” por ter sido “feito aquilo que é fundamental e que eu queria com o veto”: uma nova discussão com as razões aprofundadas.

"O Presidente da República quando veta não está a vetar por posição pessoal. Quando veta é por razões objetivas. Eu não quero impor a minha posição pessoal. Quero olhar para a sociedade portuguesa e ver qual é o estado de espírito da sociedade portuguesa", referiu.

Esta sexta-feira foi aprovado pelo parlamento o diploma que altera a lei do financiamento dos partidos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×