28/2/20
 
 
Acidente com autocarro na Avenida da Liberdade leva Medina a rever regras

Acidente com autocarro na Avenida da Liberdade leva Medina a rever regras

José Sérgio Jornal i 01/03/2018 10:08

Autocarros de dois andares podem deixar de circular na faixa ‘bus’ da Avenida da Liberdade, em consequência do acidente que ocorreu há uma semana. Fernando Medina já admitiu possibilidade.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, admitiu, esta quarta-feira, que existe a possibilidade de os autocarros com dois andares deixarem de circular na faixa 'bus' da Avenida da Liberdade, em Lisboa, de forma a evitar novos acidentes.

Medina disse que "o que se vai fazer é a avaliação da situação das árvores" na Avenida, para depois ser tomada uma decisão, "ou uma intervenção de poda sobre as árvores, resolvendo isso o problema, ou então - se no caso limite a isso formos obrigados para evitar abates de árvores em casos que elas se possam manter saudáveis - a limitação à circulação de autocarros de dois andares nos corredores 'Bus', para evitar que acidentes daquela natureza voltem a ocorrer",garantiu o presidente da câmara.

A afirmação de Fernando Medina veio em resposta ao vereador do CDS, João Gonçalves Pereira, que questionou o presidente da câmara sobre a “responsabilidade da manutenção e da gestão do património arbóreo na Avenida da Liberdade". "Dos documentos que analisámos, ficámos com a sensação de que a responsabilidade era da câmara", referiu João Gonçalves, acrescentando que "há árvores com idênticas condições daquela que foi motivo de abate na Avenida".

Recorde-se que, na semana passada, ocorreu um acidente na Avenida da Liberdade, que envolveu um autocarro turístico de dois andares. O veículo, que transportava 23 passageiros, embateu contra uma árvore, que estava inclinada para a faixa de circulação.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×