13/11/18
 
 
Comité Nobel norueguês faz queixa depois de falsa nomeação de Trump para Nobel da Paz

Comité Nobel norueguês faz queixa depois de falsa nomeação de Trump para Nobel da Paz

AFP Jornal i 28/02/2018 15:04

“Nunca comentamos as nomeações atuais, vai de encontro aos nossos estatutos, mas no caso do Presidente dos Estados Unidos, posso afirmar que temos fortes razões para acreditar que há uma nomeação falsificada”

O Comité Nobel norueguês, que atribui o Nobel da Paz, apresentou queixa sobre uma possível falsa nomeação de Donald Trump para o prémio.

“Nunca comentamos as nomeações atuais, vai de encontro aos nossos estatutos, mas no caso do Presidente dos Estados Unidos, posso afirmar que temos fortes razões para acreditar que há uma nomeação falsificada”, referiu o diretor do Comité, Olav Njolstad, em declarações à televisão norueguesa NRK.

O diretor não comentou em que se baseiam as suspeitas e se são dirigidas a pessoas específicas, mas revelou que a queixa já foi apresentada à polícia norueguesa.

“Não temos registo de algo idêntico ter acontecido, à exceção da mesma alegada falsificação no ano passado”, explicou. No ano passado, um americano, que não se quis identificar,  Justificou a nomeação de Trump com a “ideologia de paz através da força” do presidente norte-americano.

As nomeações devem ser apresentadas até dia 31 de janeiro e, segundo o testamento de Alfred Nobel, que criou os prémios, os nomeados podem ser propostos por deputados, ministros, membros de algumas instâncias internacionais, professores universitários e antigos premiados.

Para 2018, foram apresentados 329 candidatos, dos quais 217 são indivíduos e os restantes são organizações.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×