21/9/18
 
 
Corrida ao papel higiénico depois de rumores de aumento do preço

Corrida ao papel higiénico depois de rumores de aumento do preço

Shutterstock Magalhães Afonso 27/02/2018 08:40

Principais supermercados de Taiwan surpreendidos com volume de compras fora do normal. Governo promete atuar em case de conluio

Uma corrida ao papel higiénico em Taiwan no fim de semana surpreendeu os principais supermercados. A possibilidade de um aumento do preço deste produto levou a que as prateleiras das lojas ficassem vazias. Um receio de que o papel acabasse por causa do preço desatou uma corrida aos supermercados por parte de consumidores que compraram em grandes quantidades.

No final da semana passada, os produtores de papel higiénico escreveram uma carta às principais empresas de retalho do país a informar que os preços iriam subir entre 10% e 30 % a partir de março, com os custos do aumento do preço da matéria-prima a serem passados aos consumidores. 

A subida nos preços parece estar relacionada com a diminuição de pasta de papel no mercado a nível global. Os fogos nas florestas do Canadá e os problemas da economia no Brasil estão entre as variáveis que mais terão contribuído para o aumento do preço.

Um responsável taiwanês, citado pela BBC, referiu que o preço da pasta usada para o fabrico do papel higiénico custa agora 800 dólares por tonelada quando, há um ano, o seu preço rondava os 650 dólares. 

Um dos principais fornecedores do país argumenta que a situação é ainda mais dramática e que os preços da pasta subiram 50% desde meados de 2017. A YFY acrescenta que os custos de embalagem e de transporte também estão a subir. 

No entanto, esses problemas da matéria-prima teriam consequências e levariam a um movimento dos preços semelhante a nível global. Mas não há quaisquer indicações nesse sentido e, por exemplo nos Estados Unidos, a expetativa é que a concorrência entre os principais fornecedores de artigos para o lar leva a uma descida dos preços para os consumidores.

O comportamento dos fornecedores de papel higiénico mereceu mesmo a abertura de uma investigação governamental. Quatro das maiores cadeias de supermercados de Taiwan - Carrefour, RT-Mart, A.mart e PX Mart - garantiram ao governo que os preços não vão aumentar até meio de março e que também não irão armazenar a mercadoria para a vender mais tarde a preços mais altos.

O governo de Taiwan prometeu atuar se descobrir que houve um conluio dos retalhistas para fazer subir os preços e poderá multar quem o fizer antes de meados do próximo mês. Depois do acerto dos preços, os consumidores deverão pagar 260 dólares novos de Taiwan (NT$) - perto de oito euros - por cada 12 maços de papel higiénico. Atualmente, o preço está nos 200 NT$. Em Taiwan, o papel higiénico vende-se em maços e não em rolos, e é também usado como lenço. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×