18/11/18
 
 
"Um pai ou uma mãe que ama o seu filho não o põe contra o outro progenitor"

"Um pai ou uma mãe que ama o seu filho não o põe contra o outro progenitor"

DR Jornal i 26/02/2018 11:44

Fátima Lopes deixou uma mensagem emotiva no seu blogue

O filho de Fátima Lopes, Filipe,celebra esta segunda-feira o seu 9º aniversário e a apresentadora aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem a assinalar o dia especial e a falar sobre o papel dos pais separados na vida de uma criança.

“Tive a sorte de ser uma grávida enérgica, que não se sentia cansada. Aliás fui sempre muito produtiva e criativa durante a gravidez. Aos meus filhos tenho de agradecer, porque a alegria de os sentir dentro de mim, multiplicava seguramente a minha capacidade de pensar e executar”, escreveu no seu blogue, ‘Simply Flow’.

“Eu costumo situar os acontecimentos da minha vida, tendo como referência o nascimento da Beatriz e do Filipe. A vontade de fazer mais e melhor por eles, é uma fonte inesgotável de energia. Aprendi isso com os meus pais, que por mim e pela minha irmã, superaram-se e reinventaram-se várias vezes. É por isso que desde sempre me insurgi contra os pais, que depois de se separarem, utilizam os filhos como arma de arremesso”, refere a apresentadora, que se divorciou recentemente.

“É uma prova de desamor, de egoísmo, de quem está unicamente centrado no seu ego e na sua luta pessoal. Um pai ou uma mãe que ama o seu filho, não o põe contra o outro progenitor. Pelo contrário. Ajuda-o a crescer de forma equilibrada, com a realidade de ter as duas pessoas que mais ama, separadas. Felizmente os meus filhos nunca viveram esta realidade, o que só veio confirmar a minha convicção, de que é possível, se ambos os progenitores quiserem, pôr em primeiro lugar o amor aos filhos”, acrescentou.

A apresentadora terminou o texto com dizendo que deixar os filhos seguirem os seus caminhos também é uma forma de amor: P"or mais que nos custe, os nossos filhos não nos pertencem. Chegará o dia em que ganharão asas para fazerem o seu próprio caminho, como me ensinou a minha querida amiga Helena Sacadura Cabral. Mas, deixá-los voar, também é um sinal de amor".

Para ler o texto completo, clique aqui

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×