15/11/18
 
 
Goldman Sachs sai em defesa de Durão Barroso

Goldman Sachs sai em defesa de Durão Barroso

João Girão Joana Marques Alves 20/02/2018 21:39

Vice-presidente da Comissão Europeia revelou ter estado com o responsável português enquanto representante do banco de investimento

O Goldman Sachs garantiu esta terça-feira, através de um comunicado, que Durão Barroso recusou sempre representar o banco junto de responsáveis da União Europeia (EU).

"Como presidente do Goldman Sachs International, José Manuel Barroso representa a nossa empresa junto de clientes, figuras públicas e outros importantes 'stakeholders'", revela a nota citada pela agência Lusa.

"Desde que está connosco [Durão Barroso] sempre se recusou a representar a empresa em quaisquer interações com responsáveis da União Europeia", lê-se no mesmo documento.

O Goldman Sachs garantiu ainda que "quaisquer reuniões desse tipo estão relacionadas com a sua competência pessoal construída ao longo da sua carreira de serviço público".

Recorde-se que Jyrki Katainen, vice-presidente da Comissão Europeia, revelou esta terça-feira ter-se reunido em outubro com Durão Barroso, enquanto representante da Goldman Sachs. Estas revelações voltar a levantar a polémica em torno da ida do antigo primeiro-ministro português e presidente da Comissão Europeia para o banco de investimento.

Em resposta a um pedido de esclarecimento da organização não-governamental Corporate Europe Observatory, Katainen disse que a reunião foi pedida por Durão Barroso, mas que não existem documentos sobre a mesma pois não costuma tomar notas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×