13/11/18
 
 
Pedro Dias “não se inibiu de matar dois inocentes para desviar suspeitas sobre si mesmo”

Pedro Dias “não se inibiu de matar dois inocentes para desviar suspeitas sobre si mesmo”

Jornal i 16/02/2018 13:54

Para o advogado da família de Liliane e Luís Pinto, Pedro Dias matou o casal para “lançar a confusão”.

O advogado das famílias de Liliane e Luís Pinto, alegadamente mortos por Pedro Dias, acredita que o crime aconteceu para lançar a confusão na investigação.

O advogado João Paulo Matias acredita que o suspeito matou Liliane e Luís para “lançar confusão na investigação, para desviar suspeitas sobre si próprio que engendrou este novo cenário de crime”, cita o Observador.

O objetivo do arguido, diz o advogado, seria “dar a aparência de uma operação stop que correu mal”.

Pedro Dias “não se inibiu de matar mais duas pessoas inocentes para desviar suspeitas sobre si mesmo”, disse ainda a defesa das famílias das vítimas, acrescentando que esta versão do suspeito é “insulto à memória das vítimas”.

Recorde-se que o Ministério Público propôs pena máxima (25 anos de prisão) para Pedro Dias.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×