19/10/18
 
 
EUA. Tiroteio em escola secundária da Florida faz pelo menos 17 mortos e vários feridos

EUA. Tiroteio em escola secundária da Florida faz pelo menos 17 mortos e vários feridos

Jornal i 15/02/2018 01:30

O suspeito do tiroteio já foi detido. Trata-se de um ex-aluno da mesma escola, chama-se Nicolas Cruz e tem 19 anos. 

Um tiroteio numa escola secundária de Parkland, perto de Miami, na Florida, EUA, fez, esta quarta-feira, pelo menos 17 mortos, indica a polícia norte-americana, no último balanço feito. Além do número de vítimas mortais, há ainda dezenas de feridos.

O suspeito é Nicolas Cruz, um ex-aluno do liceu. O jovem de 19 anos já foi detido e está agora sob custódia.

 


O xerife local, Scott Israel, descreve que o cenário é "terrível". “Não sei o número exato de vítimas e de pessoas que estão a ser transportadas para os hospitais a esta altura, mas há numerosos mortos”, disse a mesma fonte, adiantando ainda que existe a possibilidade de o atirador ser um antigo estudante.

“Sim, é possivelmente um antigo estudante”, referiu o xerife, ao início da tarde.

O tiroteio ocorreu pelas 15h00 locais (20h em Lisboa) e as autoridades aconselharam toda a gente a evitar a área.

Aos estudantes e professores que se encontravam dentro da escola foi-lhes pedida muita calma e que continuassem no interior do estabelecimento até que a polícia chegasse e identificasse o autor do tiroteio.

A Casa Branca reagiu pouco tempo depois do sucedido, assim como o presidente dos EUA, Donald Trump. "Estamos a rezar por todos aqueles que estão a ser afectados por esta situação. Faremos actualizações assim que houver novidades”, afirmou Lindsay Walters, responsável da Casa Branca.

No Twitter, Trump acrescentou que “nenhuma criança ou professor se devia sentir inseguro numa escola norte-americana”.

 


Fonte Federal local já confirmou, em declarações à Associated Press, a identidade do suspeito.

 

 

 


 

 

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×