18/9/18
 
 
Google garante que o que vai abrir em Portugal "não é um ‘call center’"

Google garante que o que vai abrir em Portugal "não é um ‘call center’"

Shutterstock Jornal i 08/02/2018 21:50

Desde que a Google anunciou que ia abrir um espaço em Oeiras, que se instalou a polémica de que o novo centro ia ser um 'call center', onde vão ser criados mais de 500 postos de trabalho. Responsável da multinacional mostrou-se surpreendido com o que tem sido comentado.

A Google assegurou hoje, quinta-feira, que o espaço que vai abrir em Oeiras não vai funcionar como um ‘call center’, mas sim como um centro de operações onde serão disponibilizados vários serviços e, revelou estar surpreendida com a polémica que se instalou.

"Temos 'call centers' [centros de atendimento telefónico], mas o escritório, o centro de inovação que a Google vai abrir para a Europa, Médio Oriente e África em Lisboa não é um 'call center'", afirmou aos jornalistas, o diretor de Assuntos Institucionais da Google Portugal e Espanha, Francisco Ruiz Anton.

Ruiz Anton falava à margem da apresentação de resultados do primeiro ano do projeto Ateliê Digital, em Lisboa, tendo-se revelado bastante surpreendido com toda a polémica gerada em torno do novo espaço em Portugal. "Surpreende-me esta discussão porque é um centro de operações da Google. Não tem sentido essa discussão".

De acordo com Francisco Ruiz Anton, estão em causa um total de 535 postos de trabalho, para vário serviços.

"Podem ser serviços financeiros de apoio à Google que se prestem desde aqui, como outros serviços. Falamos de todas [as vagas], depende dos serviços que prestem", referiu o responsável.

Espera-se que o centro de inovação comece a funcionar já em julho deste ano, isto “se tudo correr bem”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×