7/4/20
 
 
Luís de Guindos candidato ao lugar de Constâncio no BCE

Luís de Guindos candidato ao lugar de Constâncio no BCE

Magalhães Afonso 07/02/2018 11:02

Espanha apresenta Luis de Guindos, ministro da Economia, como candidato ao lugar de vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), atualmente ocupado por Vítor Constâncio. A Irlanda também está na corrida ao lugar para o qual terminam hoje as candidaturas.

A representação permanente de Espanha junto da União Europeia (Reper) enviou uma carta com a candidatura do ministro da economia ao presidente do Eurogrupo, Mário Centeno. O novo vice-presidente vai substituir o português Vítor Constâncio no comité executivo do BCE, cujo mandato termina em 31 maio.

Portugal já afirmou o apoio a Luis de Guindos e a Irlanda já anunciou a candidatura do governador do Banco Central irlandês, Philip Lane.

"Nós, relativamente a Luis de Guindos, manifestámos também o nosso apoio ao Governo espanhol", afirmou o primeiro-ministro, António Costa depois de um encontro com o homólogo espanhol, Mariano Rajoy.

Depois de apresentadas as candidaturas, o Parlamento Europeu reúne com os candidatos a 14 de fevereiro. As reuniões vão decorrer à porta fechada e só os deputados da Comissão de Economia do Parlamento Europeu podem participar.

Nos processos de seleção que ocorreram até agora, o Parlamento Europeu organizou audiências com a pessoa designada para o lugar pelo Eurogrupo e emitiu uma opinião, mas desta vez pretende debater antecipadamente com os candidatos. O Eurogrupo decide o escolhido para o lugar a 19 de fevereiro.

O veredito do Parlamento Europeu não é vinculativo e há várias semanas que a instituição tem insistido para que o Eurogrupo apresente uma lista com vários candidatos e que entre eles estejam mulheres. Só há duas mulheres entre os 25 membros do Conselho de Governadores do BCE.

Deste conselho fazem parte os governadores dos 19 bancos centrais da zona euro e seis membros do comité executivo da instituição. O BCE também vai emitir uma opinião não vinculativa sobre o candidato, que deverá receber o apoio dos líderes da União Europeia no Conselho Europeu marcado para 22 de março.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×