25/9/18
 
 
Amesterdão. Turistas vão passar a ter de estar de costas viradas para as montras da Red Light District

Amesterdão. Turistas vão passar a ter de estar de costas viradas para as montras da Red Light District

Shutterstock Jornal i 02/02/2018 12:42

Esta medida vai entrar em vigor a partir de abril.
 

As visitas guiadas aos turistas, em grupo, à zona da Red Light District, em Amesterdão, na Holanda, vão passar a ser sujeitas a uma regulação que obriga os turistas a estarem de costas voltadas para as montras que se encontram na rua, enquanto ouvem as explicações dos guias turísticos.

A Red Light District é uma das maiores atrações de Amesterdão e o objetivo de aplicar esta medida é para evitar os olhares mais longos, a tentativa de tirar fotografias, uma vez que é proibido e os comentários às mulheres que trabalham nessas montras. Além disso, as medidas pretendem ainda reduzir o congestionamento das ruas do bairro.

O conjunto destas novas regras, incutidas pela Câmara Municipal de Amesterdão, também têm como objetivo incutir respeito pelas mulheres e evitar intimidações dirigidas às trabalhadoras, assim como garantir uma convivência equilibrada entre turistas e moradores, escreve o jornal espanhol El País.

Portanto, a partir de abril, todos os guias turísticos vão dispor de uma licença, que tem um custo de 100 euros e validade de um ano e meio, e terão de circular com grupos inferiores a 20 pessoas. Caso não cumpram as indicações, podem chegar a ser multados em 190 euros.

“Se o fizerem em nome de uma empresa, serão 950 euros. Depois de três sanções, perdem a licença” explica Udo Kock, vereador da Economia.

A capital da Holanda também quer limitar as visitas a esta zona da cidade até às 23h.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×