15/11/18
 
 
João Rodrigues é o 12º arguido do caso LEX

João Rodrigues é o 12º arguido do caso LEX

Eduardo Martins Jornal i 31/01/2018 20:13

Cinco pessoas estão detidas e serão interrogadas nas próximas horas.

No dia em que deflagrou a Operação LEX, foram constituídas arguidas 11 pessoas, sendo que 5 delas foram detidas. Hoje, as autoridades anunciaram que existe um 12.º arguido, trata-se de João Rodrigues, antigo dirigente da Federação Portuguesa de Futebol.

Entre os restantes arguidos não detidos está o juiz Rui Rangel, a sua ex-mulher Fátima Galante, o presidente do Benfica Luis Filipe Vieira e ainda Fernando Tavares, também dirigente do Benfica.

Quanto aos detidos, já estão no Supremo Tribunal de Justiça para serem interrogados. Entre os detidos encontram-se o advogado José Bernardo Santos Martins e um filho seu, supeitos de terem contas bancárias por onde circulariam os pagamentos feitos a Rui Rangel. Um funcionário judicial do Tribunal da Relação de Lisboa próximo do juiz Rangel e o benfiquista, Octávio Correia.

O juiz Rui Rangel e a sua mulher Fátima Galante não foram detidos já que uma norma do Estatuto dos Magistrados Judiciais impede a detenção ou prisão preventiva de magistrados.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×