24/9/18
 
 
Vieira ofereceu cargos no Benfica para pagar cunha a Rangel

Vieira ofereceu cargos no Benfica para pagar cunha a Rangel

José Santos André Vinagre 31/01/2018 12:53

O presidente do Benfica é um dos arguidos no caso Lex.

Luís Filipe Vieira terá pedido a Rui Rangel que intercedesse junto de outros juízes para resolver uma dívida fiscal do filho a troco de cargos remunerados no Benfica, escreve o Correio da Manhã. A dívida de Tiago Vieira era de 1,5 milhões de euros.

O presidente do Benfica terá prometido a Rangel a presidência da Fundação Benfica e da universidade criada pelo clube no Seixal.

Há agora 12 arguidos no caso Lex, cinco dos quais foram detidos. Entre os detidos encontram-se o advogado José Bernardo Santos Martins e um filho seu, supeitos de terem contas bancárias por onde circulariam os pagamentos feitos a Rui Rangel, um funcionário judicial do Tribunal da Relação de Lisboa próximo do juiz Rangel e o benfiquista, Octávio Correia.

Apesar de o Benfica negar que Luís Filipe Vieira seja um dos arguidos, a Procuradoria-Geral da República confirmou que o presidente benfiquista está entre os 12 arguidos: "Ao abrigo do disposto no art. 86.º, n.º 13, al. b) do Código de Processo Penal, e na sequência de dúvidas suscitadas por diversos órgãos de comunicação social, confirma-se a constituição como arguidos de Luís Filipe Vieira e de Fernando Tavares".

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×