17/9/19
 
 
Seguros para animais. Aprenda a reduzir a sua despesa mensal

Seguros para animais. Aprenda a reduzir a sua despesa mensal

Sónia Peres Pinto 30/01/2018 18:04

A idade e a raça são alguns dos critérios que podem penalizar o preço do seguro para animais domésticos. Dependendo da seguradora, pode ser exigida uma idade mínima ou máxima para a subscrição deste produto.

Ter um animal de estimação como um cão ou um gato pode custar, em média, 900 euros por ano, contabilizando vacinas, alimentação, higiene e outros gastos. O levantamento foi feito pela Associação Portuguesa de Defesa do Consumidor (DECO). No entanto, contratar um seguro de animais domésticos poderá dar uma boa ajuda para contornar estas despesas – um seguro que, no entanto, é obrigatório desde 2013 para quem possui cães de raça potencialmente perigosa, uma vez que contempla a cobertura de responsabilidade civil.

Numa ronda para o i, a plataforma gratuita de comparação financeira ComparaJá.pt analisou o mercado e concluiu que “existe uma reduzida oferta de seguros com mais coberturas além da responsabilidade civil” e verificou que os capitais não ultrapassam os 100 mil euros. 

É possível subscrever um seguro a partir dos 218,83 euros (Mapfre Seguros) até aos 407,02 euros (N Seguros) por ano. Há no entanto, uma outra oferta que ronda os 240 euros anuais (Ocidental Seguros). Mas a solução N Pet da N Seguros não inclui as coberturas de defesa jurídica e organização de serviços fúnebres, “embora seja a que apresenta o valor aproximado de prémio mais elevado, algo que se pode dever à inclusão de outras salvaguardas que geralmente não fazem parte das incluídas nestes seguros, tais como regresso antecipado devido a morte do animal”, revela o estudo (ver tabela).

Além da responsabilidade civil, os seguros disponibilizam outras coberturas que os seguros mais completos para animais podem abranger. Desde logo, a assistência veterinária e medicamentosa garante o reembolso de despesas médicas no veterinário e em medicamentos que sejam efetuadas com o animal seguro devido a doença ou acidente, cirurgias, tratamentos, exames e internamento.

A cobertura de guarda de animal aplica-se em caso de internamento hospitalar do dono do mesmo, ficando o animal sem ninguém que possa tratar dele. Já a defesa jurídica garante o pagamento de todas as despesas legais decorrentes de danos causados ao animal seguro ou prejuízos provocados por este.

No entanto, há fatores que podem influenciar o prémio de um seguro para animais. A idade e a raça (e, consequentemente, o nível de perigosidade) são os atributos mais importantes. Pode ser exigida uma idade mínima e/ou máxima para a subscrição deste seguro, dependendo da seguradora. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×