20/9/19
 
 
Segurança Social: apoio de creche ao sábado não é exclusivo para a Autoeuropa

Segurança Social: apoio de creche ao sábado não é exclusivo para a Autoeuropa

Marta F. Reis 23/01/2018 20:10

Esclarecimento foi emitido esta noite

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social esclareceu esta noite que a possibilidade de comparticipação de creches ao sábado não é um exclusivo para trabalhadores da Autoeuropa.

A Segurança Social remete para o Compromisso de Cooperação 2017/2018 com setor social e solidário, onde está previsto o apoio "Complemento de Horário em Creche", que pode ser atribuído às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) com acordo de cooperação com a Segurança Social. 

"Este apoio, pago à IPSS, pode ser concedido quando numa creche com acordo de cooperação com a Segurança Social os pais das crianças atestem necessidades de horários alargados ou horário de funcionamento “distinto” de modo a que a creche assegure um horário ajustado às necessidades parentais", diz a nota da tutela. "Este apoio é concedido em IPSS que funcionam, regra geral, perto de empresas ou instituições onde existe trabalho por turnos. Ou seja, não é um apoio a conceder exclusivamente aos trabalhadores(as) da Autoeuropa."

Apoio não está fechado

O ministério informa ainda que este apoio para o caso concreto dos trabalhadores de Palmela ainda não está fechado. "A Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa pediu a intervenção do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social no sentido se ajudar a encontrar uma solução para as famílias que prestam trabalho por turnos ou ao sábado, solução essa que ainda está a ser avaliada, sendo o Complemento de Horário em Creche uma das possibilidades a considerar caso se verifique a disponibilidade por parte de instituições sociais que desenvolvam a resposta social creche com acordo de cooperação com a Segurança Social."

O Complemento de Horário em Creche, indicou ao i o ministério, consiste num apoio social no valor de 503,59 € por mês, por criança, pago à IPSS que gere a creche. Os pais pagarão na mesma a mensalidade calculada em função dos rendimentos per capita do agregado familiar, tal como nas situações em que as creches com apoio do Estado são utilizadas apenas nos períodos ditos normais.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×