21/9/18
 
 
Pais não querem entregar bebés que foram trocados na maternidade

Pais não querem entregar bebés que foram trocados na maternidade

Shutterstock Jornal i 23/01/2018 15:53

Famílias vão deixar bebés crescerem para decidirem com quem querem viver

Duas mulheres, em 2015, deram à luz no mesmo dia e no mesmo hospital, na Índia. Uma semana depois de estarem em casa, a mãe de uma das crianças afirmou que aquele não era o seu bebé e ao fazerem um teste de ADN comprovaram de facto que o bebé não era filho do casal. No entanto, depois de descobrirem o erro, os pais das crianças não quiseram trocar os bebés para viverem com os pais biológicos.

Segundo a BBC, Salma Parbin deu entrada no Hospital Civil Mangaldai às seis horas de dia 11 de março de 2015. Uma semana depois, Salma disse ao marido que aquele não era o seu filho e que se lembrava de ter visto outra mulher na sala de partos, suspeitando que as crianças tivessem sido trocadas na maternidade.

O casal foi ao hospital denunciar a situação e o responsável do estabelecimento de saúde afirmou ao marido que a sua mulher precisava de ajuda psiquiátrica. No entanto, o homem continuou a investigar.

Um mês depois de ter pedido o registo dos nascimentos daquele dia percebeu que as duas mulheres tinham dado à luz com um intervalo de cinco minutos.

O homem escreveu uma carta à família a contar o sucedido. O casal que afinal estava a criar o filho de Salma não tinha suspeitado da troca. Apesar de Salma, na altura em que viu o seu filho biológico querer fazer a troca o outro casal opôs-se, pedindo amostras de sangue.

Depois de uma investigação, as autoridades confirmaram que os bebés tinham sido trocados na maternidade. Os dois casais vão manter a situação como está e deixar as crianças crescerem para poder decidir sozinhas com quem querem viver. No entanto, encontram-se frequentemente para fazerem parte da vida dos seus filhos biológicos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×