19/9/18
 
 
Holanda: Polícia vai ‘despir’ pessoas que utilizem acessórios e vestuário demasiado caros. Mas há uma explicação

Holanda: Polícia vai ‘despir’ pessoas que utilizem acessórios e vestuário demasiado caros. Mas há uma explicação

Jornal i 22/01/2018 13:13

Este é um projeto-piloto lançado pela polícia de Roterdão, na Holanda, e com isto as autoridades pretendem confiscar roupa e jóias caras às pessoas que não aparentam ter dinheiro para as ter.

As autoridades de Roterdão vão estar atentas. 

De acordo com o The Independent, a operação levada a cabo pela polícia holandesa vai ter em conta pessoas mais novas, maioritariamente homens, que utilizem roupas e jóias caras, mas que não aparentam ter dinheiro para tal. No caso de haver essa confirmação, os acessórios serão de imediato apreendidos, assim como as roupas. Com esta ação, as autoridades pretendem parar ou deter suspeitos de roubos de objetos de valores elevados, diminuindo assim a criminalidade. 

"Muitas vezes são jovens que se consideram intocáveis. Vamos despi-los na rua", disse Frank Paauw, chefe da polícia de Roterdão, em declarações ao jornal holandês De Telegraaf.

"Regularmente retiramos um Rolex a um suspeito. Tal não acontece com as roupas. E é um símbolo de estatuto para os jovens. Alguns andam com casacos de €1800. Não têm nenhuma fonte de rendimentos, por isso a questão é, como os conseguiram?", questiona o chefe da polícia.

“Os jovens em causa muitas vezes não têm salário e já têm dívidas por condenações anteriores", explica Frank Paauw, garantindo que estas ações podem colocar "em risco o Estado de direito", algo que envia "um sinal completamente falso aos residentes". 

O projeto vai arrancar na zona oeste de Roterdão e vai incidir sobre um gangue em particular. 


 


 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×