24/9/18
 
 
Fernando Pinto: O momento mais díficil na TAP foi antes da privatização

Fernando Pinto: O momento mais díficil na TAP foi antes da privatização

Jornal i 11/01/2018 20:24

Fernando Pinto está de saída da TAP. 

Como o SOL avançou em setembro, no lugar de CEO da companhia aérea fica Antonoaldo Neves, ex-CEO da Azul (companhia aérea brasileira de Neeleman).

Em entrevista à TVI, Fernando Pinto volta a sublinhar o que já tinha dito em junho do ano passado. A missão que o trouxe a Portugal e à liderança está cumprida. “A TAP tinha 120 milhões negativos. Agora, os resultados são melhores. A TAP está a funcionar muito bem”, explica, acrescentando que a empresa tem uma estratégia para os próximos 10 anos. “A TAP está mais sólida”.

Já sobre o momento mais difícil que teve de enfrentar durante os 17 anos em que esteve como presidente executivo da companhia aérea, Fernando Pinto admite que foi na altura que antecedeu todo o processo de privatização. “Estávamos numa situação muito difícil. O sistema financeiro fechou-se para a empresa”.

Já sobre a reversão do processo de privatização, que levou o Estado a ficar com 50% do capital e o consórcio privado com 45% (5% pertence aos trabalhadores), Fernando Pinto sublinha que “como está agora, está muito bem”.

Numa carta enviada aos trabalhadores, o CEO da TAP já tinha admitido que o balanço que fazia era positivo e revelou que ficará ligado à empresa nos próximos dois anos. O CEO ficará como assessor da companhia aérea. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×