20/9/18
 
 
Ministro do Ambiente defende que situação da seca ainda não está invertida

Ministro do Ambiente defende que situação da seca ainda não está invertida

João Girão Jornal i 09/01/2018 14:28

"Temos de nos adaptar a um tempo com menos água e com uma maior irregularidade na sua distribuição. Temos de fazer um esforço muito grande para ser mais eficientes".

“Precisamos de dois meses de chuva como no dia de hoje para que a situação de seca se inverta completamente”, defendeu o ministro no Ambiente, João Matos Fernandes.

No final do Conselho Económico e Social, o ministro referiu que “acima do Tejo já não há qualquer situação de seca”, mas que a sul do rio ela ainda está presente na bacia hidográfica do Sado. A “quatidade de água nas barragens é muito pouca, ultrapassa dos 20%, o que é preocupante”, salientou.

Matos Fernandes afirmou ainda que esta chuva ajudará o país a “chegar até abril sem sobressaltos”.

“Temos de nos adaptar a um tempo com menos água e com uma maior irregularidade na sua distribuição. Temos de fazer um esforço muito grande para ser mais eficientes. Esse é o caminho, mais do que propriamente criarmos soluções”, defendeu o ministro.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×