7/3/21
 
 
VMER da Guarda esteve inoperacional nove horas

VMER da Guarda esteve inoperacional nove horas

Marta F. Reis 02/01/2018 18:42

Falta de recursos humanos médicos com formação específica é a explicação fornecida pela unidade, que garante ter informado de imediato o INEM

A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) destacada na Unidade Local de Saúde da Guarda esteve hoje inoperacional cerca de nove horas mas a unidade garante que a situação já foi resolvida e que o INEM foi informado, "de modo a que nenhum doente ficasse sem assistência."

A denúncia de que a VMER não estava ativa foi feita pela Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, que alertou ao início desta tarde que a viatura ia estar inoperacional das 8h às 20h por falta de equipa médica, situação que classificou como intolerável. “O Estado falha mais uma vez onde não é permitido falhar: o atendimento emergente das populações”, disse em comunicado Carlos Cortes, presidente da secção regional da Ordem.

Contactada pelo i, a ULS da Guarda confirmou que a VMER esteve inoperacional desde as 8 horas mas adianta que a atividade foi retomada às 17h18.

A presidente da ULS da Guarda, Isabel Coelho, informa que, entre as 8h e as 16h30, a resposta de emergência não esteve disponível "por falta de recursos humanos médicos com formação específica". Já entre as 16h30 e as 17h18 o problema foi de natureza mecânica.

A situação, garante ainda a unidade, foi de imediato comunicada ao CODU, de modo a que eventuais pedidos de socorro através no 112 não levassem ao acionamento deste meio. A ULS da Guarda não informou, porém, qual a alternativa disponível.

De acordo com a unidade, não é previsível que a situação se repita.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×