25/9/18
 
 
Premier League. United isola-se no segundo lugar, City cada vez mais líder

Premier League. United isola-se no segundo lugar, City cada vez mais líder

18/11/2017 20:02

Arsenal venceu o Tottenham pela primeira vez em dois anos e mexeu com a classificação em Inglaterra

O Manchester United voltou ao segundo posto na Premier League, depois de vencer o Newcastle por 4-1 e beneficiando da derrota do Tottenham no dérbi do norte de Londres com o Arsenal (2-0). O encontro em Manchester ficou marcado pelos regressos de Pogba, que foi titular, marcou um golo e fez uma assistência, e Zlatan Ibrahimovic, lançado no último quarto de hora.

Curiosamente, foram os visitantes a marcar primeiro, por intermédio de Gayle (14 minutos). Aos 37', Martial empatou, a passe de Pogba, e mudou o rumo do encontro. Ainda antes do intervalo, Smalling consumou a reviravolta, com Pogba a aumentar para 3-1 aos 54'. Aos 70', Lukaku voltou aos golos, oito jogos depois, com os 77' a ficarem então marcados pelo regresso de Ibrahimovic, que ainda protagonizou um lance de perigo, obrigando o guardião contrário a defesa apertada.

O United segue assim a oito pontos do rival Manchester City, que segue imparável na frente, com 11 vitórias e apenas um empate em 12 jogos. Desta feita, ganhou por 2-0 no terreno do Leicester, com golos de Gabriel Jesus (45') e De Bruyne (49'). Bernardo Silva entrou aos 84', já com as contas fechadas.

Em terceiro, a um ponto do United e a nove do City, está agora o campeão Chelsea, que também venceu fora: 0-4 no terreno do WBA. Hazard, com um bis (23' e 62'), foi a figura do jogo, que contou ainda com golos de Morata, a abrir (17'), e Marcos Alonso (38'). Com menos dois pontos surgem Liverpool e Arsenal, ambos com vitórias muito saborosas este sábado. Os reds bateram o Southampton por 3-0 (bis de Salah, aos 31' e 41', e Coutinho, aos 68') - Cédric fez os 90' nos saints - e os gunners derrotaram o Tottenham pela primeira vez em dois anos com dois golos em cinco minutos. Mustafi fez o primeiro aos 36', com Alexis Sánchez a aumentar aos 41'.

Nos restantes jogos do dia, destaque para a derrota do Swansea, que contou com Renato Sanches a titular, no reduto do Burnley, por 2-0. Os swans continuam no penúltimo lugar, apenas à frente do Crystal Palace, que empatou em casa com o Everton (2-2). Já o Bournemouth venceu o Huddersfield por 4-0 e ganhou fôlego na luta pela fuga à despromoção.

No Championship, o Wolves de Nuno Espírito Santo continua a reinar. Neste sábado foi vencer ao terreno do Reading por 2-0 e mantém a liderança do Championship, após 17 jornadas. Nuno deu a titularidade a quatro compatriotas - Rúben Neves, Rúben Vinagre, Ivan Cavaleiro e Diogo Jota - e foram precisamente dois portugueses a construir o primeiro golo do jogo: Jota assistiu Cavaleiro e este balançou as redes. A dois minutos do fim, Hélder Costa, que havia substituído Diogo Jota aos 85', serviu Doherty para o golo final. No Reading, Tiago Ilori foi titular, mas saiu logo aos 31'. Já o Sheffield Wednesday, orientado por Carlos Carvalhal e com Lucas João em campo a partir dos 61', empatou em casa com o Bristol City (0-0) e segue em nono lugar, enquanto o Norwich, de Ivo Pinto e Nélson Oliveira, registou igual desfecho, embora a um golo, na receção ao Barnsley, com o avançado português a assistiu Murphy para o golo dos yellows, que ocupam o 12º lugar.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×