17/11/18
 
 
MEO não vai cobrar aos clientes afetados pelos incêndios

MEO não vai cobrar aos clientes afetados pelos incêndios

Jornal i 31/10/2017 21:00

A empresa referiu que irá suspender a fatura durante três meses

A MEO anunciou que não vai cobrar durante três meses os seus serviços aos clientes que foram afetados pelos incêndios.

Depois de a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) ter recomendado às operadoras para não cobrarem aos seus clientes o período em que estes estiveram sem comunicações por causa dos incêndios, a MEO referiu que durante três meses  irá “inibir a faturação dos serviços fixos prestados aos clientes residenciais e empresariais afetados” pelos incêndios.

A operadora adiantou ainda que “já solicitou às autoridades competentes a identificação das vítimas, das pessoas desalojadas e das empresas com instalações destruídas pelos incêndios, aguardando a receção da mesma com urgência, para evitar situações indevidas de faturação ou penalização”.

A Vodafone garantiu que “tem agido de forma flexível com os seus clientes” que sofreram com os incêndios, explicando que sempre que foi “confrontada pelos clientes, na grande maioria empresariais com serviço fixo, tem mostrado abertura e flexibilidade para colaborar na procura de soluções para cada caso”.

Nas soluções apontadas pela operadora estão “a suspensão de contratos”, sem penalização.

A lei não estabelece qualquer obrigação de descontar na fatura, mas a Anacom defende que a suspensão da fatura deve partir das empresas e não cliente.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×