29/3/20
 
 
Menos bancos na zona euro

Menos bancos na zona euro

Magalhães Afonso 23/10/2017 17:35

O número de instituições de crédito no setor bancário dos países da zona euro diminuiu 25% entre 2008 e 2016. 

Segundo um relatório do Banco Central Europeu (BCE) e contando as instituições do mesmo grupo como uma, no final de 2016 havia 2290 instituições de crédito entre os países que partilham a moeda única.

No final de 2015 eram 2397, contavam-se 2904 bancos no final de 2008 e o documento do BCE revela que só no ano passado foram fechadas 6939 agências bancárias na zona euro.

Contabilizando separadamente as entidades que pertencem ao mesmo grupo bancário, o número passou de 5474 para 5073 entre 2015 e 2016. Em 2008, eram 6768.

O documento da instituição liderada por Mario Draghi aponta que o panorama é resultado de um "processo de racionalização, conduzido pela pressão continuada para reestruturar e conter custos".

O BCE sinaliza ainda que o peso dos títulos de dívida no total de ativos do setor bancário está a diminuir. A situação é justificada pela redução, por parte dos governos, da posse de títulos de dívida pública e pelo início do programa de compra de ativos do BCE.

Os ativos dos bancos da zona euro subiram para 24,2 biliões de euros no final de 2016, mais 0,5% do que em 2015 e menos 14% do que em 2008. No ano passado, o crédito concedido aumentou 1%.

Assim, a dimensão total do setor financeiro da zona euro em março de 2017 foi de 76,2 biliões de euros, o que compara com os 70,8 biliões em dezembro de 2015 e 55,0 biliões em dezembro de 2008. Entre 2008 e 2016, a dimensão do setor financeiro aumentou de 5,3 para 6,4 vezes o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×