19/10/17
 
 
Juncker rejeita Catalunha independente por não querer arriscar uma UE “com 98 Estados”

Juncker rejeita Catalunha independente por não querer arriscar uma UE “com 98 Estados”

Jornal i 13/10/2017 12:08

Presidente da Comissão Europeia relembra que a questão catalã é “assunto interno” e defende que a União não deve servir de mediadora

Jean-Claude Juncker voltou a juntar a sua voz aos que estão contra a independência da Catalunha. Numa conferência realizada esta sexta-feira, na Universidade do Luxemburgo, o presidente da Comissão Europeia disse que uma secessão catalã levaria outras regiões e populações dos 28 Estados-membros da União Europeia a tomar semelhante rumo.

“Se a Catalunha se tornar independente, outros farão o mesmo. E eu não quero uma UE com 98 Estados”, defendeu o luxemburguês, citado pelo “El País”. “Já é difícil com 28, com 27 [após a saída do Reino Unido em 2019] não será fácil, mas com 98 seria quase impossível”, acrescentou.

Juncker confessou que a Comissão já recebeu diversos pedidos para servir de mediadora entre o governo espanhol e a Generalitat, mas diz que esse cenário não está, para já, em cima da mesa, por considerar que a questão catalã é “um assunto interno” do Estado espanhol e por temer as consequências de tal postura: “Apelo à responsabilidade de todos os atores afetados e gostaria de relembrar que a Comissão não vai interferir. Não o faremos porque isso provocaria sérias disrupções na UE”.

O líder europeu revelou ainda que tem pressionado Mariano Rajoy a “tomar medidas para que a situação não se descontrole”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×