23/10/19
 
 
Sarajevo. Porque o futebol não tem língua

Sarajevo. Porque o futebol não tem língua

Diana Tinoco 09/10/2017 15:10

“O que é que ele está a gritar?”, pergunto à rapariga ao meu lado, que não terá mais de 18 anos. “Hum, não tem bem tradução...”, responde-me, e ambas olhamos para o miúdo que grita mais alto do que a sua própria altura. “Está-lhes a chamar porcos, macacos, coisas assim. O normal no futebol”. E não é de estranhar. A equipa da casa, o FK Željezničar, perdeu por um golo para o HŠK Zrinjski de Mostar – para quem está também a perder o campeonato. Não precisávamos de ter vindo à Bósnia para perceber uma coisa: o futebol, quando ferve, é à mesma temperatura em todo o mundo

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×