21/10/19
 
 
Portugueses continuam a arriscar na compra de medicamentos em sites ilegais

Portugueses continuam a arriscar na compra de medicamentos em sites ilegais

Marta F. Reis 25/09/2017 15:40

Operação internacional Pangea X apreendeu produtos nas alfândegas portuguesas no valor de 11.337 euros

A operação anual Pangea X, de combate aos medicamentos falsificados, impediu a entrada de 79 encomendas no país na última semana.

Tal como tem vindo a acontecer todos os anos, a campanha internacional passa pela fiscalização de encomendas nas alfândegas e abrangeu este ano 123 países.

Em Portugal, em 7363 encomendas analisadas, foram encontradas 79 que continham medicamentos adquiridos em sites ilegais, nos quais o risco de os doentes estarem a comprar contrafações e produtos adulterados é grande. Ao todo, foram apreendidas 6686 unidades de medicamentos, o que inclui comprimidos, cápsulas e saquetas.

O valor estimado para os medicamentos apreendidos em Portugal é de 11.337 euros, revelou esta tarde o Infarmed, montante que fica abaixo dos produtos apreendidos nas últimas edições desta campanha liderada a nível internacional pela INTERPOL, em conjunto com a Organização Mundial das Alfândegas (OMA).

Ainda assim, o Infarmed reforçou o alerta. “Apesar de a Autoridade Tributária e Aduaneira e do Infarmed continuarem a participar ativamente nesta e noutras ações de sensibilização e alerta para este problema, os portugueses continuam a comprometer gravemente a sua saúde ao adquirirem medicamentos pela internet em websites não autorizados”, sublinhou a agência reguladora dos medicamentos.

A nível global, os medicamentos mais apreendidos incluem suplementos dietéticos, medicamentos para a dor, para a epilepsia, disfunção erétil, antipsicóticos e produtos na área na nutrição. Além destas áreas, a operação focou-se este ano na venda de dispositivos médicos ilícitos, como aparelhos e implantes dentários, seringas, preservativos, tiras-teste de uso clínico e equipamentos cirúrgicos. A nível mundial, foram apreendidos medicamentos no valor de 42,6 milhões de euros e dispositivos ilícitos no valor de 418 mil euros, informa o Infarmed.

Resultados das operações anteriores

Pangea IX – junho de 2016

Foram controladas 8751 encomendas, das quais 82 foram apreendidas 

Foram apreendidos 24.250 comprimidos e cápsulas, no valor de 82.440 euros

Pangea XVIII – junho de 2015

Foram controladas 6.140 encomendas de fármacos, tendo sido apreendidas 1.051

Foram apreendidos 18.381 unidades de medicamentos ilegais, no montante estimado de 40.135 euros

Pangea XVII – maio de 2014

Foram inspecionadas 6364, tendo sido apreendidas 53

Foram apreendidas 4972 unidades de medicamentos ilegais, com um valor estimado de 19.912

Como saber se um site de medicamentos é legal?

Só na Europa existe uma maior tentativa de controlo: desde 1 de julho de 2015 que as páginas online na UE têm de ter um logótipo que comprova que estão licenciadas. Saiba mais aqui.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×