17/11/17
 
 
Carol Henrique. “É mais uma estrela na minha carreira”

Carol Henrique. “É mais uma estrela na minha carreira”

Laura Ramires 14/09/2017 12:16

No feminino, a vencedora já foi encontrada. Com três etapas ganhas, Carol Henrique revalidou o título nacional de surf

“Gosto muito de competir na Liga MEO. Não faz sentido entrar sem ser para ganhar. Quero dar 100% e continuar a aproveitar a Liga como preparação para o WQS.” Estas foram as palavras de Carol Henrique no arranque do campeonato. Hoje chega à última etapa com o título na mão. Se, por um lado, no campeonato masculino ainda está tudo por decidir, o mesmo não acontece no plano feminino. 

Carol Henrique tornou-se oficialmente bicampeã nacional depois da vitória alcançada em agosto na Costa Nova, em Ílhavo. “Estou muito feliz pelo bicampeonato porque era um objetivo para 2017 e fico muito feliz por ter conseguido concretizá-lo. Vem num ótimo momento. É mais uma estrela na minha carreira. Queria muito este bicampeonato. E, sem dúvida, a Costa Nova dá-me sorte”, disse na altura a surfista cascalense de 22 anos que bateu na final Mariana Garcia, com 11.25 pontos (6.25 e 5.00), contra apenas 4.5 pontos (2.75 e 1.75) da sua adversária.

Depois de já ter ganho as etapas da Ericeira e de Sintra, primeira e quarta, respetivamente, esta foi a terceira vitória de Henrique em 2017, valendo-lhe mais 1000 pontos no ranking, onde totaliza agora 4460 pontos. Camilla Kemp está neste momento no segundo posto, com 3605 pontos, e a algarvia Yolanda Hopkins, 3.a no Miss Activo Cup, é agora terceira no ranking nacional, com 3485 pontos. Teresa Bonvalot chega à última etapa da Liga no quarto lugar, enquanto Mariana Garcia fecha o top-5 nacional feminino.

Rodrigo Sousa, ex-competidor da Liga e um dos responsáveis pelo acompanhamento dos treinos da atleta, não escondeu a felicidade do momento, mas lembrou que as metas futuras de Carol Henrique têm obrigatoriamente de passar pelas competições internacionais.

 “Neste momento espero da Carol mais do que vencer na Liga. Agora, os objetivos são internacionais, além-fronteiras”, explicou o treinador, que tem ainda sob sua alçada surfistas como Pedro Coelho e Mariana Garcia.

Campeã do Zarautz Pro Recorde-se que Henrique, em abril deste ano, foi a vencedora do Zarautz Pro, prova de categoria 1500 pontos do circuito mundial de qualificação (WQS) da World Surf League que decorreu em Zarautz, no País Basco, em Espanha. A agora bicampeã nacional esteve em grande forma ao longo de toda a prova e desde cedo se apresentou como favorita à vitória do evento. Com este triunfo, Henrique arrecadou 1500 pontos a contar para o circuito mundial de qualificação feminino (WQS). 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×