12/11/18
 
 
Microsoft convida autarcas a visitar sede

Microsoft convida autarcas a visitar sede

Ana Petronilho 09/09/2017 13:25

Viagens a Seattle decorreram pelo menos desde 2011. Autarcas pagam voos e empresas pagam alojamento, alimentação e lazer. 

Depois das notícias vindas a público sobre viagens pagas a políticos e funcionários da administração pública por parte da Huawei, NOS, da Oracle, Galp e Olivedesportos, o i teve acesso a documentos que revelam que a Microsoft tem feito convites para viagens, com parte das despesas pagas, a autarcas de vários pontos do país.

Pelo menos desde 2011 que a empresa de tecnologia norte-americana tem vindo a convidar autarcas para visitarem a sua sede em Seattle.

Como dinamizadores destas viagens há dois quadros do PSD que desempenham atualmente altos cargos na Microsoft: Pedro Duarte, ex-secretário de Estado da Juventude e diretor de campanha de Marcelo Rebelo de Sousa nas últimas presidenciais e Mauro Xavier, ex-presidente do PSD de Lisboa (até este ano) e diretor da campanha de Passos Coelho para a liderança do partido em 2010.

As viagens são realizadas de forma regular e são largas as dezenas de autarcas, tanto do PS como do PSD, que já se deslocaram aos Estados Unidos.

A estadia e as despesas com alimentação e lazer são oferecidas pela Microsoft, de acordo com autarcas ouvidos pelo i que participaram nestas viagens comprovando a documentação a que o i teve acesso. As despesas com o bilhete de avião e com os vistos ficam a cargo das autarquias, segundo as faturas enviadas ao i por algumas câmaras.

Até ao momento foram sete as autarquias que já confirmaram terem ido a Seattle em 2011 ou em 2014: Famalicão (PSD), Cascais (PSD), Braga (PSD), Sintra (PS), Abrantes (PS), Sousel (PSD) e Torres Novas (PS). De acordo com o portal Base estas sete autarquias contratam, pelo menos, 3,7 milhões de euros em serviços da Microsoft.

As visitas à sede são organizadas em específico para presidentes de câmara para que a empresa apresente o seu portefólio de serviços para ‘smart cities’.

O Ministério Público está a recolher indícios sobre este caso.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×