17/11/18
 
 
O swing do PSD em Santarém

O swing do PSD em Santarém

Ana Petronilho 06/09/2017 10:47

Mulher de Mauro Xavier foi contratada pelo autarca de Santarém (PSD) que, por sua vez, tem a sua mulher na Microsoft

Além das viagens à sede por várias autarquias, o nome de Mauro Xavier surge envolvido noutra teia de ligações entre a Microsoft e a Câmara de Santarém. Entre Xavier e o presidente da autarquia de Santarém (PSD), Ricardo Gonçalves, há uma espécie de “swing profissional” das respetivas mulheres.

Ora, o atual responsável pela comissão executiva da Microsoft na Europa Ocidental, Mauro Xavier, é casado com Paula Braz Machado, que foi contratada em 2015 pelo presidente da Câmara de Santarém como diretora administrativa e financeira da empresa municipal Águas de Santarém. Empresa que, aliás, tem como presidente do conselho de administração o próprio presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves.

A mulher de Mauro Xavier desempenhou ainda funções como assessora de Carlos Moedas, quando este foi secretário de Estado do Tesouro.

Por outro lado, a mulher de Ricardo Gonçalves é diretora para a Educação, Cidadania e Responsabilidade Social na Microsoft Portugal. Vânia Neto está no cargo desde 2014, sendo que entrou na empresa em 2012 para coordenar o programa Parceiros na Educação, que promoveu, entre outras iniciativas, o Programa de Formação Líderes Inovadores, em parceria entre o Ministério da Educação e Ciência, durante o anterior governo. Programa que pretendia “preparar os diretores das escolas para os novos desafios da Educação no século XXI”, lê-se numa nota divulgada pela Microsoft na altura.

Mas o cargo de Vânia Neto já gerou forte polémica em Santarém. A autarquia contratou em 2013 com a Microsoft um “conjunto de soluções tecnológicas para modernizar os processos administrativos”, sendo, aliás, “a primeira autarquia a estrear-se na loja windows”, como se lê num comunicado da empresa com data de 2013. As contratações da câmara representaram um investimento total de 260 mil euros, segundo o jornal “O Ribatejo”. Mais tarde, em 2014, o jornal local deu conta de uma discussão durante uma reunião de câmara onde foi votada a renovação dos contratos com a empresa. De acordo com a notícia, enquanto presidente da câmara, Ricardo Gonçalves votou a aprovação da renovação do contratos com a Microsoft, não se abstendo de intervir pelo facto de a sua mulher ter um alto cargo na empresa. Alguns vereadores levantaram questões sobre o conflito de interesses desta votação. O jornal “O Ribatejo” viria a tornar público que, na sequências desta notícia, Gonçalves apresentou queixa contra o jornal, arquivada em maio pelo Tribunal da Relação.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×