14/11/18
 
 
Jornalista sueca morta em submarino estava acompanhada por mais uma pessoa

Jornalista sueca morta em submarino estava acompanhada por mais uma pessoa

Jornal i 29/08/2017 21:09

A polícia já terá identificado a outra pessoa, mas não está a ser tratada como suspeita da morte da jornalista Kim Wall

Peter Madsen, o homem suspeito de homicídio involuntário,encontra-se em prisão preventiva, desde a morte da jornalista. No entanto, além deste, havia uma terceira pessoa no submarino.

Esta terceira pessoa foi vista com Kim e Peter, momentos antes de estes partirem do porto de Copenhaga , segundo várias testemunhas que terão informado as autoridades dinamarquesas, como noticia o El Mundo.

"Temos informação a seu respeito e também sabemos quem é", avançou o inspetor Jens Moller, ao jornal sueco Expressen, e disse ainda que já foi descartada a hipótese de esta mesma terceira pessoa ser suspeita da morte da jornalista.

Kim Wall, de 30 anos, esteve desaparecida 10 dias no mar Báltico e foi o seu namorado que deu o alerta para o desaparecimento no dia 11 de agosto, após a jornalista ter subido a bordo do submarino com o seu inventor, Peter Madsen.

A investigação revelou que o submarino se afundou deliberadamente, e que o naufrágio, provocado pelo próprio inventor, causou danos na embarcação que impedem a recolha de mais provas.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×