13/11/18
 
 
Harry Potter. Comércio ilegal de corujas aumentou na Indonésia

Harry Potter. Comércio ilegal de corujas aumentou na Indonésia

Shutterstock Jornal i 23/08/2017 20:05

Só no ano passado, foram vendidas na Indonésia cerca de 12 mil corujas. Na saga Harry Potter, o protagonista é dono de uma coruja

“Será que o Harrt Potter amaldiçoou estas corujas?” é o título de um vídeo da BBC que dá conta de um fenómeno que está a invadir a Indonésia. No vídeo, a BBC mostra diversos adolescentes, fãs da saga, que transformaram corujas em animais de estimação, tal como Harry Potter que, na trama, é dono de uma coruja branca.

A venda destes animais está a preocupar as associações ambientais. Segundo o Público, que cita um estudo assinado por dois professores na Universidade de Oxford Brookes, só no ano passado foram vendidas na Indonésia pelo menos 12 mil corujas a preços entre os cinco e os 25 euros.

O estudo foi recentemente publicado na revista da especialidade Global Ecology and Conservation. De acordo com os investigadores, o antropólogo Vincent Nijman e pela bióloga Anne Nekaris, é comum encontrar na cultura Indonésia aves como animais de estimação, mas “as corujas raramente eram encontradas no mercado”.

Uma preferência que se alterou nos últimos anos e a ‘culpado’ é nada mais, nada menos do que J.K. Rowling. De acordo com os investigadores, as corujas passaram até a ser chamadas no local de “Pássaros do Harry Potter”.

No inquérito conduzido durante o estudo, os detentores dos animais referiram diretamente os livros da autora britânica. O fenómeno não é inédito – depois dos 101 Dálmatas, da Disney, a procura por cães desta raça também disparou.

“O aumento de número de corujas disponíveis para venda desde 2010 não só em Jacarta, mas em Java e Bali coincidiu com o aumento em número e nível de organização das comunidades de corujas de estimação, online e offline, e isto, tal como os livros e filmes do Harry Potter podem explicar o aumento da popularidade da coruja como animal doméstico na Indonésia”, explicam os investigadores na conclusão do estudo, citado pelo diário português.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×